Tá a bold !
. . . o que é realmente importante, tá a bold !

10 Fevereiro 2009
Ainda agora numa espécie de passeio matinal ouvi uma senhora afirmar a quem a quisesse ouvir que os jovens de hoje em dia não querem saber de nada do que é cultura, sabedoria... Mas será que estes conceitos são gerais?
Será que o que para uns é cultura, o é também para outros?
Ou tal como muitas outras coisas, se altera com o passar do tempo, com o passar das gerações?

Será que para os jovens de hoje em dia é cultura saber ditados populares, ditos antigos, mezinhas, pequenos truques que seriam importantes na altura dos nossos avós, dos nossos pais?

Na minha opinião sincera, acho que, independentemente do que digam, de uma forma geral, os filhos, frutos desta nova geração, são mais cultos que eram os seus pais.

E mais...independentemente do que o meu próprio pai afirme constantemente, que no seu tempo todos sabiam os rios (onde nasciam, em que terras passavam e onde desaguavam), as estações de comboios, as capitais de distrito, e seja lá o que fosse mais, o que sabiam eles de teorias de estatística, de genética, das leis de Mendel, das teorias evolucionistas de Darwin, das leis da química, das teorias de probabilidades e tantas outras coisas?

O que resta tentar entender é o que é que se considera cultura.
O que é que se considera importante saber.

Seriam tipos de cultura diferentes?
Serão ambos tipos de ensinamentos importantes? Adequados para épocas e tipos de pessoas diferentes?

Será uma mais válida que outra?

Será que os mais velhos têm tanto a ensinar como a aprender connosco?

 

Sempre eu, J. às 11:41

Fevereiro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
11

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
As antigas
Pesquisa!
 
blogs SAPO